Arquivos do Blog

Praga digital para OS X infecta iPhone conectado via USB

Vírus consegue monitorar conexões para instalar ou substituir aplicativos.
Técnica funciona mesmo em celulares sem ‘jailbreak’.

Altieres Rohr

 

Apple apresenta sistema dos Macs, Mac OS X Yosemite (Foto: Divulgação/Apple)

Apple apresenta sistema dos Macs, Mac OS X Yosemite (Foto: Divulgação/Apple)

A empresa de segurança Palo Alto Networks publicou nesta quarta-feira (5) a análise de uma praga digital batizada de “Wirelurker”. O vírus é capaz de infectar sistemas OS X, da Apple, e monitorar conexões USB para instalar ou substituir aplicativos para iPhone.

O código é o primeiro a conseguir infectar aplicativos em iPhones mesmo quando estes não passaram pelo processo de “jailbreak”. Na configuração de fábrica, o iPhone não deveria permitir a instalação de programas não autorizados pela Apple. Para burlar essa restrição, o “Wirelurker” usa o sistema de provisionamento corporativo, destinado a empresas que querem instalar aplicativos sem passar pelo processo da Apple. 

Por algum motivo, o vírus ainda não usa essa técnica para infectar iPhones: o aplicativo instalado pelo “Wirelurker” parece ser inofensivo. Para os pesquisadores, isso indica que o programa ainda pode estar em testes.

Quando o iPhone conectado passou pelo processo de “jailbreak”, o vírus infecta aplicativos chineses de pagamento e compras para roubar informações.

O código para OS X foi identificado em 467 programas listados na Maiyadi App Store, um repositório alternativo de aplicativos para OS X da China. Ao instalar um desses programas, o computador também instala o Wirelurker. Juntos, eles tiveram 356 mil downloads.

“Dos malwares conhecidos disseminados por meio de aplicativos para OS X ‘reembalados’, esse é o maior em escala”, escreveu o pesquisador Claud Xiao.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2014/11/praga-digital-para-os-x-infecta-iphone-conectado-usb.html

 

avatar_wordpress_clean61251_thumb313

http://fabianoflorentino.com

Anúncios

Campus Party 2013 recebe os primeiros participantes em SP

Portões do evento foram abertos ao meio-dia para os participantes. Reunião ‘nerd’ acontece até o domingo (3) no Anhembi.

Laura Brentano

Na edição 2013, filas para entrar na Campus Party estão menores (Foto: Laura Brentano/G1)

Na edição 2013, filas para entrar na Campus Party estão menores (Foto: Laura Brentano/G1)

Os portões da sexta edição da Campus Party, abriram para a entrada dos “campuseiros” – como são chamados os participantes do evento – ao meio-dia desta segunda-feira (28).

saiba mais

O evento acontece no Anhembi, na cidade de São Paulo, até domingo (3).

A reunião “nerd” traz palestrantes como o austronauta Buzz Aldrin, o segundo homem a andar na Lua, o fundador da Atari, Nolan Bushnell, além de áreas com oficinas, cursos e brincadeiras. E para participar das atrações há interessados de todo o Brasil.

Huziel Santos foi o primeiro da fila para entrar na Campus Party (Foto: Laura Brentano/G1)

Huziel Santos foi o primeiro da fila para entrar na Campus Party (Foto: Laura Brentano/G1)

Huziel Ramos Santos, de 20 anos, foi o primeiro participante a entrar na Campus Party. Como ele não veio de caravana, esperou apenas 30 minutos na fila para se cadastrar e entrar no evento. Santos saiu do interior do Paraná para participar da Campus Party pela primeira vez.

De acordo com a organização do evento, um esquema foi montado para reduzir o tamanho das filas para entrar e sair do Anhembi – problema que se repetiu durante as outras edições da Campus Party.

Nelson Bretas Júnior, de 22 anos, foi o segundo campuseiro a entrar no evento. Ele tambem chegou cedo na feira, às 10h, vindo de São Bernardo. A fila já estava grande quando chegou, mas a organização separou os participantes e alguns conseguiram entrar antes, apesar de terem chegado em cima da hora.

Pela quarta vez na Campus Party, Luciano Reis, de 43 anos, e os filhos Gabriel, de 15, e Mylena, 14, dizem que ir ao evento já virou uma tradição em família. Eles vieram do Rio de Janeiro de carro e se impressionaram com a pouca fila desta edição. “Eu não sei o que eles fizeram, mas entramos em 30 minutos. Já teve outras vezes que ficamos 10 horas na fila”, disse Luciano.
Serviço
O que é? Campus Party Brasil 2013
Onde? Anhembi Parque – Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana – São Paulo (SP)
Quando? De 28 de janeiro a 3 de fevereiro de 2013
Quanto? R$ 300 para todos os dias do evento. Para acampar é necessário pagar R$ 75 pela barraca individual ou R$ 37,50 pela barraca dupla – valor que vale para todo o evento. A entrada para o pavilhão de exposições é gratuita.

 

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2013/01/campus-party-2013-recebe-os-primeiros-participantes-em-sp.html

 

avatar_wordpress_arredondado

https://fabianoflorentino.wordpress.com

Desbloquear o celular é ilegal a partir de hoje nos EUA

Medida polêmica do Congresso norte-americano prevê que aparelhos só podem ser desbloqueados com autorização da operadora.

Por Wikerson Landim

Desbloquear o celular é ilegal a partir de hoje nos EUA

(Fonte da imagem: iStock)

A partir deste sábado (26) desbloquear um aparelho de celular nos Estados Unidos é uma atitude que vai contra a lei. Isso tudo graças a uma medida aprovada pelo Congresso norte-americano. Assim, se você comprou um celular vinculado a um plano de operadora, saiba que para desbloqueá-lo é preciso ter uma autorização da empresa.

Obviamente a medida não impede que os consumidores façam isso por conta própria. Entretanto, o decreto torna esse tipo de desbloqueio algo “extraoficial”, desobrigando as operadoras de fazerem isso, por exemplo, em suas lojas físicas. A lei prevê ainda que mesmo após o final do contrato o desbloqueio só pode ser feito mediante autorização.

Ainda não se sabe de que maneira essa decisão pode impactar no mercado norte-americano. Diferente do que acontece por aqui, nos Estados Unidos são as operadoras que ditam as regras sobre as fabricantes, escolhendo muitas vezes quais recursos elas querem nos aparelhos e por qual preço eles serão comercializados.

Dessa forma, caso as operadoras decidam mesmo levar a sério a decisão e comprar uma briga contra os consumidores, poderemos ter no futuro celulares cujas funções são rastreadas ou ainda desabilitadas se o proprietário tentar desbloqueá-lo ou baixar de forma ilegal conteúdo protegido por direitos autorais.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/celular/35867-desbloquear-o-celular-e-ilegal-a-partir-de-hoje-nos-eua.htm#ixzz2J5gxROpE

avatar_wordpress_arredondado

https://fabianoflorentino.wordpress.com

%d blogueiros gostam disto: