30 Dicas para ir se acostumando com o Windows 8

O novo sistema da Microsoft chega repleto de novidades e uma nova proposta visual: será que vingará?

Por Guilherme Gouvêa Pícolo

 

A versão 8 do Windows vem logo aí, rodando em PCs, notebooks e tablets mundo a fora. As novidades nele não são poucas. Acabou, por exemplo, a obsessão pelo tradicional menu “Iniciar”, que vem desde o Windows 95. A nova versão do sistema operacional da Microsoft terá uma diferente concepção de interface – muito mais adaptada à realidade dos dispositivos móveis. Veja abaixo 30 dicas para você conhecer e usar melhor a mais recente edição do Windows.
1- Navegação
O Windows 8 mostra uma nova interface, com barras coloridas e inúmeras aplicações amigáveis, acessíveis com um simples toque e que aparecem na área de trabalho. Com o mouse (usando o botão central), você pode navegar pela tela e seus painéis, sem que haja um limite para a tela atrelado ao tamanho do monitor ou à resolução de vídeo.
Ah, você também pode usar o teclado. Pressione “Home” ou “End” para saltar para o fim ou começo da tela; use as setas direcionais para selecionar entre as aplicações que aparecem na área de trabalho e tecle “Enter” para selecionar o aplicativo que deseja. A nova versão também trabalha muito com o conceito “drag and drop”, que permite criar painéis personalizados de aplicações ou de grupos.

Nova apresentação do Windows

2- Grupos de Aplicações
A tela inicial de aplicativos é apresentada em ordem randômica, mas você pode organizar os aplicativos em grupos. Um exemplo: arraste os ícones “People”, “Mail”, “Message and Calendar” com o ponteiro esquerdo do mouse para um grupo que você pode nomear como “Contatos”. Na parte inferior da tela, existe uma ferramenta central (na forma de uma lupa) que permite ver, abrir, criar e gerenciar novos grupos.

Tela inicial do sistema

A versão prévia do Windows 8 liberada pela Microsoft mostra um menu Iniciar básico, que você pode acessar tocando na tela (para dispositivos touch screen) ou clicando com o botão direito no canto esquerdo (ou segurando a tecla Windows e pressionando, junto, a letra X). Este menu dá acesso aos Programas, Conexões de Rede e Energia, Gerenciador de Dispositivos, Prompt de Comando, Windows Explorer, Painel de Controle e às opções de busca
Para encontrar o Menu Iniciar no seu velho estilo, segure a tecla Windows e “Q”. Esse comando revelará uma lista de todas as aplicações instaladas no sistema. Uma delas é a “Start Menu Settings”. As demais lembram muito as opções que já existem no Windows 7 ou no Vista.

Aplicações presentes no sistema são apresentadas

3- Fácil acesso?
Se há uma aplicação muito utilizada, arraste-a até a área de trabalho. A versão prévia do Windows 8 mostra que está mais difícil acessar o Painel de Controle; é mais fácil digitar “Control” no campo de pesquisa…
Agora, sobre o desligamento: não é mais tão óbvio. Uma dica é movimentar o cursor do mouse até o rodapé direito da tela, clicar no ícone de configurações (Settings) ou simplesmente segurar a tecla Windows junto com a letra “I”, tanto para desligar como para reiniciar o sistema (você deverá escolher).
Alguns truques disponíveis nas versões mais antigas do Windows foram mantidos. É o caso da boa e velha combinação de teclas Ctrl+Alt+Del e o Alt + F4, tanto para encerrar o sistema como para fechar os programas.
A barra de aplicações lembra os velhos applets do Windows Vista e 7 (as janelas laterais), o que significa um adeus aos menus e submenus, barras complicadas e padrões já conhecidos de interface. Há poucas opções disponíveis na “App bar”, todas acessíveis com um clique do botão direito do mouse.
A “Metro App” possibilita ver o que está rodando e alternar entre duas ou mais aplicações ativas simultaneamente. O Alt+Tab continua funcionando para trocar as aplicações de plano. Já a combinação Ctrl+Shift+Esc abre o Gerenciador de Tarefas, que ganhou uma turbinada no visual e agora apresenta mais detalhes dos programas que estão rodando no Windows.

Com a opção, é possível ver o que está rodando no momento

As “Metro apps” não possuem botões para fechar. Elas ficam sempre em segundo plano e, no caso do sistema necessitar, elas fecham automaticamente, salvando o resultado do trabalho que estava sendo realizado. O Alt+F4, como já dito, ainda funciona. Posicionar o mouse sobre as janelas e esperar que surja uma opção para fechamento definitivo, também.

Outra novidade do sistema é a facilidade de desinstalar programas. Ao clicar em uma aplicação na tela de início, você pode mandá-la para o limbo, selecionando, abaixo da tela central “Unpin From Start” ou escolher o ícone “Uninstall” para apagar o programa do computador.

O Windows 8 também terá um modelo de loja online para download de jogos, vídeos, músicas e aplicativos, tudo provavelmente inspirado na Apple Store.

Windows 8 ganhará uma loja própria

4- Ferramentas Administrativas
Ao apertar as teclas Windows + I (Metro Panel), clique no link Setting e mande exibir as ferramentas administrativas (“Show Administrative Tools”). Dentro desta opção, você encontrará o Monitor de Performance, o Visualizador de Eventos, a Agenda de Tarefas, o Monitor de Hardware.

É possível acessar as ferramentas sem complicação

5- Desabilitando a “Lock Screen” (ou tela de abertura e login)
Se você quer que seu PC inicie o mais rápido possível, faça a nova tela de apresentação do Windows 8 desaparecer. Entre no aplicativo GPEdit.msc (Editor de Políticas de Grupo Locais) e acesse Computer Configuration > Administrative Templates > Control Panel > Personalisation
Dê um clique duplo em “Do not display de lock screen”, selecione ativado (Enabled) e clique em OK. Reinicie o computador.

É possível suprimir a tela de abertura e login

6- Fazendo o log-in automaticamente
Se você removeu a tela de apresentação, também será forçado a logar manualmente a cada vez que o computador iniciar. Mas isso pode ser resolvido com um truque: segure a tecla Windows com a tecla R, digite “netplwiz” e pressione Enter para entrar na janela de diálogo das contas de usuários. Desmarque a opção “Users must enter name and password to use this computer” e clique em OK. Entre com o nome de usuário e senha da conta que será acionada automaticamente, clique em OK e reinicie.

7- Substituindo o Menu Iniciar
Apesar do menu Iniciar da nova versão do Windows ser superenxuto, você pode substituí-lo instalando o ViStart ou algo similar. Existe ainda um programa chamado Start8 para os veteranos que não aprovam as novas concepções de interface da Microsoft.

É possível dar um jeito na ausência do menu iniciar

8- Teclas de atalho do novo Windows

· Tecla Win: troca entre a Área de Trabalho (tela inicial) e a última aplicação rodada;

· Win + C: Mostra as configurações, dispositivos instalados, opções de compartilhamento e pesquisa;

· Win + D: abre o desktop;

· Win + E: abre o Windows Explorer para ver seus arquivos;

· Win + F: abre o painel de procura de arquivos e pastas;

· Win + H: abre o painel de compartilhamento de dados;

· Win + I: abre a tela de configurações;

· Win + K: painel de dispositivos de hardware;

· Win + L: trava o PC;

· Win + M: Minimiza o Windows Explorer ou o Internet Explorer;

· Win + P: troca para um segundo monitor, caso exista;

· Win + Q: abre a ferramenta de busca

· Win + R: permite executar comandos digitados;

· Win + U: abre o centro de acessibilidade, permitindo configurações de tela, teclado e mouse, entre outros;

· Win + V: mostra os avisos do sistema (notifications);

· Win + W: digite Power e você terá links para opções de gerenciar energia, desligar, reiniciar e hibernar o computador;

· Win + Z: mostra o menu de contexto do botão direito do mouse em tela cheia;

· Win + +: permite fazer zoom;

· Win + -: efeito zoom out;

· Win + ,: abre o Aero 3D;

· Win + Enter: abre o programa narrador;

· Win + tab: alterna aplicações.

9- Iniciando programas mais rapidamente
Se você não é fã da barra “Metro”, não se preocupe, o Windows 8 conserva os velhos ícones de atalho. Para criar um novo atalho, vá até o desktop, dê um clique com o botão direito do mouse e escolha New > Shortcut. Indique a aplicação que você pretende acessar do atalho criado (ex: shutdown.exe -s -t 00, para desligar o PC; ou shutdown.exe -h -t 00 para hiberná-lo) e clique em Next. Atribua um nome para o ícone novo e clique em finalizar.

10- Visualização de imagens
Um duplo clique sobre qualquer arquivo de figura dentro do Explorer abrirá um programa específico, o que significa perda de agilidade do sistema. Para consertar este problema, entre no Painel de Controle, vá em Programas e em Programas Default, selecione do Windows Photo Viewer na lista, não esquecendo de marcar a caixa “Set this program as default”. Clique em OK.

Escolha o Windows Photo Viewer para agilizar a visualização

11- O Histórico de Arquivos do Windows 8
A versão 8 do Windows inclui uma nova função de histórico de arquivos, que permite fazer backup automático de bibliotecas, desktop, contatos e outras informações relevantes para um segundo drive (que pode ser um HD, por exemplo, ou um dispositivo USB).
Para configurar o recurso, vá ao Painel de Controle, Sistema e Segurança e clique em “File History”. Primeiro, defina os arquivos e diretórios que você deseja salvar, na lista apresentada. Nas opções avançadas, você escolhe a frequência do backup e também pode mudar o drive de destino dos arquivos. Pelo “File History”, você pode restaurar arquivos de outras cópias, caso tenha algum problema.

O histórico do Windows 8 é diferente dos anteriores

12- VHD
O Windows 7 já tinha suporte para criação de drives virtuais no formato VHD. Agora, o Windows 8 estende a funcionalidade com o formato VHDX, que permite melhor performance e um tamanho que pode chegar aos 16 terabytes. Segundo a Microsoft, é um formato mais confiável e imune a falhas. Para criar um drive virtual usando o espaço livre de seu HD, clique em Gerenciamento de Disco, Ações e Criar VHD.

13- Gerenciamento de espaço em discos
Se você tem múltiplos discos rígidos instalados no computador, pode criar um pool de armazenamento via USB, SATA ou SAS (Serial Attached SCSI). Daí, você escolhe um determinado espaço deste pool, para formatá-lo e utilizá-lo como um drive separado dos demais, por exemplo.
Além de unificar os dispositivos e permitir que você determine a divisão do espaço, a nova tecnologia também maximiza a performance de acesso aos dados, espalhando os arquivos de maneira inteligente pelos dispositivos.
Existe, inclusive, uma opção para espelhar seus arquivos. Então, mesmo que um dos discos falhe, seus dados permanecerão intactos. E se os dispositivos de armazenamentos já estão prestes a se esgotar, sem problemas: basta instalar mais um deles para que o Windows o compreenda como parte do pool de espaço de armazenamento. Essa nova opção está dentro do Painel de Controle, na aba Sistema e Segurança, opção “Storage Spaces”.

É possível manter uma cópia segura de seus arquivos

14- Emulação: máquinas virtuais
Assim que você instala o Windows 8, recebe também o Hyper-V, permitindo que você crie máquinas virtuais (permitindo a emulação de outros sistemas operacionais, por exemplo). Ative o comando “optionalfeatures.exe”, marque Hyper-V e clique em OK para habilitar este recurso. O ícone para ativação do aplicativo estará na barra Metro.

15- Busca inteligente
Se você quiser, por exemplo, saber o que há de novo sobre armazenamento de dados, basta pressionar Win+W para abrir a caixa de buscas. Digite “drive” e o sistema retornará uma lista de opções correlacionadas. Você pode trocar drive por “device manager”, “backup tools”, “disk cleanup” e outros termos interessantes.
A opção de busca não é nova. Isso é verdade, mas – às vezes – nos esquecemos do quão útil ela pode ser. Se você utilizar, na caixa de buscas, os termos “privacy” (privacidade) e “performance”, vai descobrir alguns novos recursos agradáveis e fáceis de usar: são monitores para medir e ferramentas para melhorar o desempenho do computador.

O sistema de busca foi otimizado e conta com novidades

16- Trocando o fundo de tela
Pressione Win + I e clique em “More PC Settings” até chegar à opção de Personalização. Navegue pelas várias abas e escolha uma das várias imagens alternativas para fundo de tela. Você pode escolher uma imagem para a “Lock Screen”, uma para a tela inicial e uma para o fundo de tela da conta que está logado.

Personalize seu PC em poucos passos

17- Manutenção Programada
O Windows 8 sai de fábrica com as tarefas de manutenção de sistema pré-agendadas: os updates de sistema, os scans de segurança, o diagnóstico do hardware e mais. Para mudar as configurações padrões, abra o Painel de Controle, vá em Sistema e Segurança, Centro de Manutenção (Mantenance). Clique em “Iniciar a Manutenção” para rodar algumas tarefas imediatamente ou selecione “Mudar configurações de Manutenção” (Change Mantenance Settings), para retirar ou incluir tarefas deste tipo da agenda para início automático.

18- Imagem-senha
O Windows 8 permite que você crie uma imagem de senha. Você escolhe uma figura, e a desenha no computador, com uma combinação de linhas, curvas e círculos, formando um padrão sequencial – que, ao ser repetido, permite o acesso à conta do usuário. Para brincar com a novidade, clique em Win + I > More PC Settings > Users > Create a Picture Password.

Suas senhas não precisam mais ser feitas por caracteres

19- Hibernar ou Dormir
Você não precisa configurar as opções de hibernação ou sono do Windows 8, mas é bom conhecer as caixas de diálogo relativas a essas opções para não ter problemas quando retornar seu computador de um desses estados. Entre no Painel de Controle, rode a applet powercfg.cpl e clique me “choose what the Power buttons do”, do painel esquerdo.
Clique em “Change Settings that are Current Unavailable” (Mudar Configurações atualmente desativadas) para permitir que o Windows 8 detecte a melhor opção para seu computador, no caso do hardware suportar as opções de “hibernate” e “sleep”.

20- Teclado Sensível
O “Touch Keyboard” é uma opção inteligente que permite, por exemplo, que cegos digitem (tocando sons a cada tecla), correção de maiúsculas e minúsculas usadas erroneamente, correção do duplo espaço entre palavras e mais. Para acessá-la, clique Win + I > More PC Settings > Users > General e personalize o teclado para atender as suas necessidades.

21- Sincronização e Privacidade
Uma utilidade nova do Windows 8 permite a sincronização de suas configurações com outros PCs e dispositivos móveis. Por exemplo, se você possui contatos telefônicos ou de e-mail num computador, pode transferi-los para o outro, assim como contatos do MSN Live Messenger. É muito conveniente.
Mas tome cuidado, pois essa opção também traz na cópia os sites favoritos, senhas e dados de formulários eletrônicos. Assim, você pode clicar Win + I e, nas configurações do PC (PC Settings), pode desabilitar qualquer coisa que não pretende compartilhar nessa sincronização. Pelo menos, aquelas que não quer compartilhar automaticamente.

22- Windows Explorer com interface do Office
A mais recente encarnação do Windows Explorer usa uma interface baseada no Microsoft Office (ribbon). Se quiser mudar o estilo, execute o aplicativo gpedit.msc e navegue até Configurações do computador> Modelos Administrativos> Componentes do Windows> Windows Explorer, clique duas vezes em “Start Windows Explorer with ribbon minimized” e clique em Habilitado> OK (Enabled). Reinicie o Explorer.

Repaginado, o Explorer pode ser modificado pelo usuário que não se acostumar

23- Opções para o prompt de comando
Se você precisa rodar o prompt de comando como administrador, clique no menu Arquivo (File) do Windows Explorer e clique em “Open Command Prompt as Administrator”. Repare que novas opções surgem nesse menu: você pode rodar uma nova janela como um novo processo, abrir, restaurar e até deletar históricos da barra de endereços com um clique.

Os recursos podem ser acionados com apenas um clique

24- Exibir todos os arquivos e pastas
O Windows Explorer da versão 8, por padrão, não mostrará os tradicionais drives e pastas – Painel de Controle, Lixeira e mais – na parte esquerda do programa. A ideia dos desenvolvedores é manter o visual mais limpo. Mas se você prefere a visualização tradicional, clique em “Computer” (Meu Computador), “Options” (Opções), e “Show all folders” (Exibir tudo).

25- Montando imagens ISO
Quer olhar o que há dentro de um arquivo de imagem ISO? Dê um clique com o botão direito do mouse sobre ele no Explorer e clique em “Montar”. A partir daí, você verá o arquivo identificado por uma letra, como se fosse um drive virtual, na lateral esquerda do programa.

26- Abrindo novos formatos de arquivos
Para abrir um documento/arquivo que não está associado a nenhum programa, clique sobre o mesmo no Windows Explorer e clique em “Abrir com”. O menu de contexto tem uma opção que permite procurar, na loja online da Microsoft, um aplicativo que seja adequado ao formato que se pretende abrir.
As opções para abrir um arquivo ficaram mais fáceis

27- Reiniciando o Windows Explorer
Se o Explorer travar por qualquer motivo, pressione Ctrl + Alt + Esc, selecione o programa na lista e escolha Reiniciar (“Restart”). Deixe o Windows 8 fazer o resto.

28- Instale o Windows por uma máquina virtual
A maneira mais segura de experimentar a versão prévia do Windows 8 é instalando-a numa máquina emulada, ou “virtual machine”. A vantagem é que sua configuração é fácil e não obriga a reparticionar o disco rígido.

29- Problemas de desempenho
Se seu Windows 8 parece uma lesma, abra o Gerenciador de Tarefas (Task Manager) com Ctrl + Shift + Esc. A aba Processos (Processes) mostra que aplicativos estão usando a CPU, disco e banda de rede.
A aba Performance exibe uma visualização gráfica do uso de recursos do sistema, em tempo real, enquanto a de aba de Históricos (App History) mostra todos os aplicativos rodados nos últimos dias.
Para acelerar o boot do sistema, clique na nova aba Startup para ver os programas ativados assim que o Windows carrega. A opção “Startup Impact” mostra quanto tempo e qual o efeito de cada aplicativo sobre o tempo de carregamento do sistema. Para desativar algum programa que carrega logo que o Windows liga, basta clicar sobre ele e depois, em Desativar (Disable).

O usuário pode acelerar o boot do sistema

30- Opções de restauração
Se você perceber que não consegue carregar o Windows 8, pressione Shift+F8 para acessar as ferramentas de recuperação.
A opção System Restore permite restaurar o sistema para um ponto anterior ao crash. Há duas novas opções: “Refresh your PC”, que permite reinstalar o Windows 8 (mantendo os arquivos e configurações existentes) e a “Reset your PC” (que instala uma nova cópia do sistema).
A opção “Automatic Repair” força o sistema a tomar as decisões para solucionar os problemas de travamento sem a interferência do usuário.

O sistema é capaz de solucionar problemas sozinho

Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/30-dicas-se-acostumando-windows-8.html#ixzz1tliDn8ou

avatar_wordpress_arredondado

https://fabianoflorentino.wordpress.com

Anúncios

Publicado em 6 de maio de 2012, em Superdownloads e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Um comentário começa grandes debates!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: