Funcionalidades para o Unity


Autor: Izaias Corrêa Filho <izac.cf at gmail.com>

Configurando a aparência

Há usuários que ainda não sabem configurar a aparência e o comportamento do Unity. Por isso achei necessário acrescentar um breve resumo no começo do artigo e demonstrar algumas configurações sobre a aparência:

Sendo o Unity um plugin do Compiz, devemos instalar o CCSM (CompizConfig Settings Manager) para configurar transparências e tamanho do lançador. Há outros leques de configurações neste menu para adaptar o Unity conforme deseja, explore todos.
No terminal:
$ sudo apt-get install compizconfig-settings-manager
Depois de instalado, pressione a tecla ‘Windows’ ou ‘Super’, vai surgir o Dash. Exatamente como na imagem abaixo:

Na caixa de pesquisa digite: ccsm
O CompizConfig Settings Manager será ativado. Procure pelo ‘Ubuntu Unity Plugin’ e clique nele.
Obs.: se quiser manter o CCSM ou outro aplicativo no lançador, dê um clique com o botão direito do mouse no ícone do aplicativo e marque a opção: ‘Manter no Lançador’.

Note abaixo, o que mais nos interessa são os itens:

  • Painel Opacity: este configura a transparência do painel superior;
  • Launcher Opacity: este configura a transparência do lançador (painel esquerdo);
  • Launcher Icon Sizer: regula o tamanho dos ícones do lançador.

Deslize os ponteiros das barras e verá as mudanças ocorrerem em tempo real.
Deixo tudo isso a seu critério. Defina conforme seu gosto e sintonia com o wallpaper em uso.

Introduzindo funcionalidades ao lançador

O Unity na versão do Ubuntu 11.10 apresentou significativas melhorias se comparadas a seu antecessor. Se tornou mais configurável, mais personalizável e também mais estável. Não está o ideal, mas avançou.
Apresento aqui algumas funcionalidades que podem facilitar a rotina dos usuários e tornar a navegação do sistema mais interessante.
1. Unity-Reboot

Esta é uma funcionalidade prática. Quem tem mais de um sistema instalado junto ao Ubuntu, poderá reiniciar qualquer sistema simplesmente com um clique-direito do mouse no ícone do Unity-Reboot.
Para instalar, no terminal:
$ sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install unity-reboot

Depois de instalado, abra sua pasta pessoal e faça aparecer os arquivos ocultos com as teclas: CTRL+H.
Navegue em: .local > share > applications
Procure pelo ‘unity-reboot.desktop’ (notará que não tem forma de ícone, é assim mesmo), simplesmente arraste-o para o lançador.
Pronto! O Unity-reboot está ativado e funcionando. E também será iniciado automaticamente com o sistema.
Se tiver mais de um sistema instalado em seu HD, gerencie a inicialização desses sistemas diretamente pelo Unity-Reboot.
2. Acesse pastas diretamente no Lançador.

Que tal acessar seus diretórios de imagens, músicas ou qualquer um, diretamente do ícone do Nautilus no lançador?
Para configurar, no terminal:
$ sudo gedit /usr/share/applications/nautilus-home.desktop
Do arquivo que abrir, faça uma cópia e reserve em algum diretório seguro. Depois de feita a cópia, delete o original e cole o script abaixo:

[Desktop Entry]
Name=Pasta Pessoal
GenericName=Pasta Pessoal
X-GNOME-FullName=Pasta Pessoal
Comment=Pastas favoritas no Unity
Exec=nautilus %U
Icon=user-home
Terminal=false
Type=Application
Categories=GNOME;GTK;Core;
StartupNotify=true
X-GNOME-Bugzilla-Bugzilla=GNOME
X-GNOME-Bugzilla-Product=nautilus
X-GNOME-Bugzilla-Component=general
X-Ubuntu-Gettext-Domain=nautilus
X-Ayatana-Desktop-Shortcuts=Home;Documents;Downloads;Pictures;Music;Videos;
[Home Shortcut Group]
Name=Pasta Pessoal
Exec=nautilus
OnlyShowIn=Unity
[Documents Shortcut Group]
Name=Documentos
Exec=nautilus Documents/
OnlyShowIn=Unity
[Downloads Shortcut Group]
Name=Downloads
Exec=nautilus Downloads/
OnlyShowIn=Unity
[Pictures Shortcut Group]
Name=Imagens
Exec=nautilus Pictures/
OnlyShowIn=Unity
[Music Shortcut Group]
Name=Música
Exec=nautilus Music/
OnlyShowIn=Unity
[Videos Shortcut Group]
Name=Vídeos
Exec=nautilus Videos/
OnlyShowIn=Unity

Detalhe importante: o script acima é o original do site pesquisado.
Em cada linha que contenha ‘Exec=nautilus <diretório>/’, deve colocar em <diretório> exatamente o nome correto de sua pasta. O nome que identifica a pasta em seu diretório pessoal.
Exemplo: em ‘Exec=nautilus Pictures/’, substituir o ‘Pictures’ por ‘Imagens’. Porque é assim que chamo minha pasta de imagens. Respeite acentuação e letras maiúsculas se houver.
No meu script, deixei assim: Exec=nautilus Imagens/
E isso serve para qualquer pasta que for diferente do nome usado originalmente no script. Tem usuário cuja pasta ‘Vídeos’, usa o nome ‘Video’ (notou a diferença?). Então coloque o nome correto de sua pasta, senão não vai funcionar.
Feito os procedimentos corretos, SALVE E FECHE o script.
A funcionalidade já está aplicada. Verifique!
Obs.: talvez precise reiniciar a sessão, aqui não precisei. Mas em alguns sites pesquisados, foi indicado a reinicialização.
3. Diminua o tamanho do Dash

Veja a segunda imagem desse artigo, note como o Dash ocupa toda a tela depois de acionado. Particularmente não gosto, e se quiser mudar também ou experimentar, siga os procedimentos a seguir.
Abra o Software Center e instale o DConf-Editor. Digite na caixa de busca do Software Center: editor do dconf
Instale o aplicativo e para acioná-lo, no Dash coloque: dconf
No Dconf-Editor, clique na seta do ‘desktop’ e depois clique em ‘unity’.
Ao lado surgirão dois campos, o que nos interessa é o ‘form-factor’, clique nele e marque ‘desktop’. Veja:

A alteração é imediata, nem precisa fechar o DConf-Editor para verificação. Pressione a tecla ‘Windows’ ou clique no ícone do Ubuntu no topo do lançador. Verá o Dash com um tamanho reduzido.
Se quiser restabelecer o formato original do Dash, refaça o processo, e mude para ‘automatic’ (padrão).
Ficou mais interessante, não?

Considerações finais

Pesquisando pelos diversos sites sobre o Ubuntu, veremos inúmeras funções aplicáveis ao Unity.
Há muita coisa por aí, sejam aplicáveis no Ubuntu 11.04 ou no Ubuntu 11.10.
Mas só pude indicar as que uso e principalmente, que funcionam sem causar erros ao sistema.
Futuramente darei continuidade a este artigo, sugerindo mais funções e configurações a esta interface que está apenas começando na distribuição GNU/Linux mais popular do planeta.
Esteja à vontade para postar vosso comentário.
Viva o Linux!
Referências:


Fonte: http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Funcionalidades-para-o-Unity

Anúncios

Publicado em 21 de outubro de 2011, em Vivaolinux e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Um comentário começa grandes debates!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: